METODOLOGIA E PERFIL

Mais exigentes a cada pesquisa

Além de resultados fiéis e detalhados sobre a lembrança do consumidor, Top de Marcas entrega aos empresários valiosos insights sobre consumidor londrinense

Todos os anos, o Top de Marcas traz aos empresários londrinenses as respostas que eles aguardam com tanta ansiedade: o nome das marcas mais lembradas nos mais diversos segmentos de mercado. Já na sua 23a edição, a pesquisa se tornou uma ferramenta confiável de marketing estratégico que apresenta aos empresários informações sobre o impacto das marcas no mercado consumidor londrinense, sempre com fidelidade e alto nível de detalhamento.

Na edição de 2018, a pesquisa conta com novos segmentos (chopp, queijo, restaurante árabe, restaurante italiano e seguradora) e novos vencedores em 10 dos seus 83 segmentos pesquisados. Para chegar aos resultados, foram aplicados 1.063 questionários na cidade de Londrina.

O Top de Marcas subdivide o resultado da pesquisa por 15 microrregiões diferentes, gênero, seis faixas etárias, sete faixas de renda familiar e por escolaridade. Os questionários são aplicados levando em consideração dados demográficos do último censo populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualizado pelo IPC Marketing – ferramenta que apresenta o detalhamento do potencial de consumo em todos os municípios brasileiros.

Comportamento do consumidor

Para levar ainda mais informações estratégicas aos empresários, a pesquisa também faz aos consumidores perguntas sobre os seus hábitos de consumo. A partir dos resultados obtidos em 2018, é possível notar que as compras pela internet prevalecem: metade dos entrevistados (50%) declarou consumir pela web. “Esse indicador mostra o comportamento do consumidor como uma oportunidade para as empresas, mas também traz um alerta”, observa Renato da Rocha Neto, diretor de Pesquisa de Mercado da Litz Estratégia e Marketing, responsável pela pesquisa.

Ele lembra que muitos empresários ainda estão preocupados com a concorrência da loja vizinha, quando a concorrência pode estar do outro lado do mundo, chegando aos consumidores brasileiros através da internet. “O indicador mostra que a competição mesmo para aquele pequeno lojista segmentado hoje já se dá bastante pela internet.”

Os dados do Top de Marcas 2018 também retratam um consumidor fiel, porém exigente. Mais da metade (58,4%) declara consumir de uma mesma marca, mas qualidade (68,5%) e preço (34,8%) são condições para os londrinenses escolherem um produto.

O consumidor londrinense preza, ainda, pela transparência e pela objetividade no processo de compra: a apresentação direta de preço e produto é o tipo de propaganda que mais chama a atenção de quase 70% dos entrevistados. “O consumidor quer clareza daquilo que está pagando”, avalia Rocha Neto. Televisão (59,7%) e internet (57,1%) são as mídias que mais chamam a atenção dos consumidores. Para o diretor da Litz, o dado comprova que as empresas devem passar a trabalhar com a multicanalidade, dentro do conceito chamado de “omnichannel”. “Porque os consumidores não são mais impactados por um veículo específico. São impactados por diferentes veículos de comunicação em situações e momentos diferentes”, justifica.

Sustentabilidade

A sustentabilidade ambiental continua ganhando espaço no processo de decisão de compra do consumidor. Mais de 50% dos respondentes da pesquisa dizem que levam em consideração esse atributo na hora de adquirir um produto, e quase 70% afirma que pagaria ao menos 10% mais em um produto de marca que tenha como propósito o cuidado com o meio ambiente. “As pessoas já olham para isso (sustentabilidade ambiental) com preocupação”, analisa Rocha Neto. Mas ele alerta que o discurso nem sempre se reflete na prática. “Ainda cabe às empresas adotarem medidas que efetivamente demonstrem que elas prezam pela sustentabilidade ambiental, não falam só por falar, porque isso não vai garantir o consumo.”

Mapa Amostra da Pesquisa

Mapa

Mapa Pesquisa de Comportamento

Mapa